Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ciclos económicos

por F. Rui, em 22.02.15

É uma ideia aceite de forma generalizada: existem Ciclos Económicos!
{nota: os Ciclos Económicos correspondem a oscilações do produto, do rendimento e do emprego... cada Ciclo Económico apresenta duas fases principais: a expansão e a recessão}


Ora, é natural que qualquer pessoa questione:
1 - existindo Ciclos Económicos, será prudente uma economia endividar-se esperando um crescimento económico perpétuo?
2 - quais são as consequências - provocadas pela recessão - numa economia que se endividou esperando um crescimento económico perpétuo?


"Muito", "muito" pessoal que andou por aí a silenciar 'Medinas Carreiras' [leia-se, aconselhamento de que o endividamento deve ser muito muito muito prudente], anda agora por aí a argumentar que a recessão/crise - agravada pelas economias que se endividaram esperando um crescimento económico perpétuo - poderá provocar o colapso do sistema económico mundial!
Mais: indicam também que só a implosão das Soberanias (e das Identidades) é que impedirá que o mundo caia num CAOS.
E mais ainda: não faltará muito para que indiquem que - por forma a evitar que o mundo caia num CAOS - será necessário desenvolver todo o tipo de acções [...] contra os teimosos que não abdicam da sua Identidade!


P.S.
Um caos organizado por alguns - a superclasse!
Uma nova ordem a seguir ao caos... a superclasse (alta finança internacional - capital global, e suas corporações) ambiciona um neo-feudalismo!...
Ora, de facto, por exemplo, a Goldman Sachs andou a camuflar a dívida grega sabendo que muitos iriam perder com a recessão/crise... mas, plenamente consciente que uns iriam perder mais do que outros... isto é, ou seja, o verdadeiro objectivo da Goldman Sachs era/foi alterar a correlação de forças: muitas empresas estratégicas saíram do domínio público!
[uma obs: a superclasse também promove a dissolução/implosão de Identidades]
.
P.S.2.
Vários estudiosos da crise de 1929 já afirmaram o mesmo: com a recessão/crise muitos perderam... no entanto, uns perderam mais do que outros... e, no final, a correlação de forças foi alterada: os mais-pequenos perderam 'peso' na economia, os maiores passaram a ter mais 'peso' na economia.



ANEXO:
- Uma NAÇÃO é uma comunidade de indivíduos de uma mesma matriz racial que partilham laços de sangue, com um património etno-cultural comum.
- Uma PÁTRIA é a realização e autodeterminação de uma Nação num determinado espaço.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D