Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Concorrência a Sério

por F. Rui, em 19.02.15

Concorrência a Sério

.

.

Os especuladores 'brincam com isto':
Um exemplo:
- Quando o preço do petróleo sobe - mas o Dólar desceu em relação ao Euro - eles não falam na variação cambial... e sobem o preço da gasolina;
- No entanto, quando o preço do petróleo desce - mas o Dólar subiu em relação ao Euro - aí eles JÁ FALAM na variação cambial... e não descem o preço da gasolina.
---> Resumindo: o consumidor é roubado a 'torto e a direito'!

Na realidade, o mercado nem sempre é optimizador. O negócio da gasolina é uma dessas situações (oligopólio cartelizado).
Solução: Preços administrativos?!?
!!!!!! NÃO !!!!!!

CONCORRÊNCIA A SÉRIO:
É preciso combater os governantes sabotadores do Estado (Pinas's Moura's e afins): eles estão no governo... para realizar negociatas para amigos...
Os governos devem ser obrigados a trabalhar!... ou seja: é urgente que exista uma Manifestação Popular para exigir que, CONSTITUCIONALMENTE, os governos sejam obrigados a ter em funcionamento empresas 100% públicas (nos sectores considerados vitais/estratégicos para a economia) a fazer concorrência às empresas privadas.
Mais, caso um governo não seja capaz de ter essas empresas públicas (a fazer concorrência às privadas - nos sectores considerados vitais) a dar lucro, então o governo em causa deve ser, constitucionalmente, imediatamente demitido pelo Presidente da República.
Resumindo: os especuladores privados estão a precisar de concorrência pública a sério!!!


Nota 1: O objectivo das Empresas Públicas deve ser a obtenção de LUCRO com uma MINIMIZAÇÃO de preços ,e não, a maximização do Lucro! Tal será um estímulo para que as empresas privadas procurem mais lucro... sem ser à custa duma subida cartelizada de preços!

Nota 2: Uma 'NeoGalp' , mesmo praticando preços mais baixos, pode , e deve, dar LUCRO!...
Nota 3: As Empresas Públicas irão dar um 'safanão' aos cartéis que produzem mega-fortunas (como a do senhor Amorim).
Nota 4:
Os xicos-espertos 'preocupam-se' com a CGD, a PT… isto é… concorrência pública que 'furam as contas' da cartelização privada... não se 'preocupam' com a privatização da CP, da REFER, etc...


Note-se bem: Não está em causa o Direito à iniciativa privada... o problema que está em causa é o seguinte: existe pessoal a querer-se ver livre da concorrência pública... para depois manobrar uma cartelização (leia-se roubalheira) a seu belo prazer (veja-se o que aconteceu com o preço da gasolina: o consumidor passou  a ser roubado a 'torto e a direito'!).





P.S.
Quem gosta de ser ROUBADO pelos bancos (quiseram introduzir taxas em cada levantamento multibanco... todavia, no entanto, o banco público C.G.D. apresentava lucros sem ser necessário mais uma taxa...
o pessoal que queria introduzir mais uma taxa teve de amochar!)... quem gosta de ser ROUBADO pelas petrolíferas (com o fim da pública GALP é o que se vê!)... etc: tchau - que faça boa viagem!...


P.S.2.
O cidadão têm que estar atento... pois, os políticos estão sempre à espreita de criar O.N.R. (oportunidades de negócio de roubalheira) para amigos.
Ex: a privatização de GALP (leia-se, eliminação da concorrência pública) foi uma O.N.R. para amigos.


P.S.3.
A participação do Banco Público, CGD, nas negociações de Cartelização da Banca.... vem reforçar aquilo que já se sabia: existe por aí muito político cujo 'trabalhinho' é abrir oportunidades para a superclasse (alta finança - capital global):
- caos nas finanças públicas;
- privatização de bens estratégicos: combustíveis... electricidade... água...
Resumindo: os políticos não podem continuar a ter o poder de nomear directamente os gestores das empresas estratégicas (ex: água, e outras a definir)... leia-se, deve existir um CONCURSO PÚBLICO de gestores... e... embora seja o governo a escolher a equipa gestora vencedora do concurso público... todavia, deve existir a obrigatoriedade de partilhar informação... no sentido de que o contribuinte possa acompanhar o andamento do concurso público.
-> NOTA: Se não existisse um banco público... a 'coisa' seria muito pior!... De facto, a privatização da C.G.D. é uma O.N.R. (oportunidade de negócio de roubalheira).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:45



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D